Um jovem em seus vinte e poucos anos nascido no Afeganistão e ex-membro do Talibã, Jamal já é um veterano nos principais acontecimentos da vida.

Em sua fuga, a jornada foi árdua, saindo do convívio com sua família, no Afeganistão, cruzou o terreno montanhoso do Irã Oriental. Agora mora no Irã. Ali ele assiste programas da SAT-7 PARS, e acompanha programas de Ensinamentos Cristãos. Ele entrou em contato com o canal para compartilhar sua história.

“Eu era jovem e amava rifles”, Jamal relembra. “Tudo que eu ouvia falar era sobre matar infiéis e aqueles que tinham se tornado Cristãos. Um dia quando meu pai estava dormindo eu levantei e fugi. Eu trabalhei ganhando 20 Rúpias por dia, e com sofrimento eu consegui escapar para o Irã.”

TRAFICADO

Jamal se conectou a contrabandistas e testemunhou pessoas sendo traficadas. Ele ouviu que os contrabandistas tinham maneiras de levar pessoas para onde queriam ir, então ele foi com eles. “Eu não sei como atravessamos as montanhas em meio a fome e sede, dormindo no frio das montanhas e dos campos.”

A menos que você esteja entre os poucos ricos, a vida para os cidadãos iranianos é dura. Afegãos frequentemente enfrentam discriminação no Irã, então Jamal terá experiências muito difíceis em sua jornada.

CONSTRUINDO UMA VIDA NOVA

Depois de chegar no Irã, ele começou a trabalhar em uma loja e com 15 anos Jamal se tornou um ajudante de pedreiro. Apesar de ter passado por sofrimento, ele não estava sozinho: “Um dos meus amigos era um Cristão e me contou tudo sobre sua fé pelo telefone. Quando eu li a Bíblia, eu entendi que alguém que lê a Bíblia pode alcançar Deus e resolver os problemas.

“Antes de eu entregar meu coração [ao Senhor] eu lia a Bíblia e hoje estou aqui. Se você me perguntasse como eu me sinto, ah, eu sinto que estou no lugar certo, e estou feliz, pois aqui achei o caminho que tanto precisava.”

*imagem com propósitos ilustrativos