por Mary Joseph

Quando me virei para observar a procissão de cristãos entrando na igreja para a celebração do Domingo de Ramos, percebi como a igreja parecia vazia. Com apenas um número limitado autorizado no local, a igreja estava com um quarto de sua capacidade normal.

Dois anos atrás, a mesma igreja estava lotada de pessoas enchendo seus bancos a ponto de se sentar nas pontas dos assentos. O ar seria preenchido com brigas sufocadas entre os assíduos e aqueles que reservam lugar para os parentes atrasados, entre sussurros de saudações de amigos. Fileiras de meninas em longos vestidos brancos, cabelos decorados com guirlandas brancas e meninos em vestes brancas segurando ramos de palmeira entravam na igreja em procissão, enquanto o coral cantava, e ocupavam os dois primeiros bancos e o tempo todo rindo, sorrindo e tímidos ao celebrar o Domingo de Ramos.

Este ano não houve crianças, sentei-me em um banco comprido na frente com duas outras mulheres a mais de um metro de mim. Até mesmo a procissão de velas no final do serviço foi cancelada para evitar a aglomeração.

Não havia tradição familiar anual de visitar a igreja dos meus avós, onde costumamos assistir ao culto e compartilhar uma refeição tradicional de fetta de lentilha vermelha, cebolinha e laranjas com os irmãos. Isso teve que ser cancelado porque a igreja fechou.

O mês da Páscoa proporciona momentos muito especiais para os cristãos no Egito e em países do Oriente Médio, pois as igrejas estão ocupadas com momentos especiais de oração diária, reuniões espirituais adicionais, confissões, coleta de doações em todas as formas, prestação de serviços para famílias carentes e cuidados espirituais especiais para crianças de famílias desfavorecidas e viagens pelas províncias no norte e sul do Egito visitando igrejas de vilarejos.

Com a terceira onda da COVID-19 se espalhando descontroladamente no Egito, levando as escolas a fecharem no início deste ano, mais pessoas estão sendo infectadas, embora os números da vacinação estejam aumentando lentamente. No entanto, isso não impediu que as pessoas se reunissem em grupos e organizassem jantares familiares e festas.

É um desafio diário tomar precauções e fazer o possível para evitar as causas de infecção, vivendo em condições normais.

Se não fosse pelo suporte espiritual online, teria sido muito mais difícil.

Nesta Páscoa, tudo aqui será online da mesma forma que será para muitos de nossos telespectadores em toda a região.

A SAT-7 está transmitindo ao vivo durante a Páscoa no Egito e criou programas especiais para a Páscoa. Um programa especial de Páscoa chamado One Thing is Needed (Uma Coisa É Necessária) explica a importância da salvação e porque Jesus morreu na cruz, apresentando líderes das igrejas cristãs.

O programa de adoração da SAT-7 Keep on Singing (Continue Cantando) também está dedicando um episódio especial para a Páscoa.

Esses cultos online nos permitem interagir digitalmente, embora nos reunindo na igreja para louvor e adoração seja necessário e a comunhão do corpo da Igreja seja mais profundamente sentida.

Eu, pelo menos, estou ansiosa para retornar às igrejas cheias de crianças e cerimônias bem celebradas juntos.